Onde posso ser eu mesma.

Segunda-feira, 4 de Agosto de 2008

Já passaram 3 anos e 11 meses desde que o NÓS começou... já se passaram 3 anos e 11 meses desde que a minha transformação como menina-mulher, como pessoa se iniciou... em parte devido a ti, mas primariamente por mim!

 

Passaram 3 anos e 11 meses de muito carinho, muito amor, de muita lágrima (por vezes desnecessária), mas acima de tudo de amizade e apoio!

 

Passaram 3 anos e 11 meses, tempo esse onde conhecemos inúmeras pessoas, ganhamos amigos, ou que pensámos ser amigos, tivemos momentos de felicidade pura, de sacrificio, e momentos de dor... perdemos uma amiga, que NUNCA será esquecida... Tivemos momentos de dicussões agressivas, com um só propósito: magoar-nos, ferir de morte o outro.. mas o momento seguinte apressámo-nos a tentar resolver as coisas...

 

Só tu, passados estes 3 anos e 11 meses, me conheces como ninguém, só contigo tive a coragem de ser transparente, de tirar esta minha máscara de lutadora e mostrar-te a verdadeira eu, a menina frágil, com medo de ficar sozinha no mundo (e por isso demasiado possessiva), a menina derrotista, sem qualquer expectativa...

 

Passaram 3 anos e 11 meses, as coisas já não são como eram no início.. há momentos em que parece que nunca vão ser, mas há outros que dá a sensação oposta... apesar de tudo crescemos, eu e tu, talvez mais eu do que tu, talvez por tu insistires mais do que eu em mudar!

 

Passados 3 anos e 11 meses só me resta agradecer-te, pelo carinho, pela amizade, pela paciência, pelo amor (à tua maneira) que me dás, por ainda sermos o NÓS!

 

Obrigada.. simplesmente obrigada...

 

 

 

 

 

sinto-me: agradecida
música: Ivete Sangalo- Se eu não te amasse tanto assim
tags: , ,
publicado por averdadeiraeu às 21:51
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Segunda-feira, 7 de Julho de 2008

 

 

Saudades de sentir que te preocupas comigo...

Que pensas em mim....

Que queres estar comigo...

Sinto simplesmente saudades...

 

 

Mais uma fase de insegurança.......

sinto-me: com saudades
tags: , ,
publicado por averdadeiraeu às 19:43
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito

Sábado, 5 de Julho de 2008

Em cada momento um acto,

Em cada acto um pensamento,

Em cada pensamento uma saudade,

Em cada saudade tu...

 

Em cada hora uma história,

Em cada história uma aventura,

Em cada aventura uma lembrança,

Em cada lembrança tu...

 

Em cada ano uma vida,

Em cada vida um saber,

Em cada saber uma certeza,

A certeza de te querer!

 

sinto-me: pensativa
tags: ,
publicado por averdadeiraeu às 20:48
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Segunda-feira, 25 de Fevereiro de 2008

Teus olhos... de uma só cor.

Teus lábios... de um só sabor.

Lábios que apetece beijar...

E tronar a beijar,

Para nunca mais os deixar.

Imagino que me tocas...

Com as tuas mãos compridas e longas.

Que me tocas devagar

E muito lentamente...

Que me tocas profunda e

Sabiamente.

Que me tocas mesmo sem saberes...

Que me tocas sem nada dizeres.

Vejo-te e ouço-te atentamente...

Beijas-me e falas-me

Apaixonadamente.

Tudo isto num instante...

Sem se tornar muito distante.

sinto-me: estranhamente bem
música: danni carlos - Coisas que eu sei...
tags:
publicado por averdadeiraeu às 21:01
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Segunda-feira, 11 de Fevereiro de 2008

"Mata-me em silêncio, que o meu barulho magoa-te mais e ouvir-me sempre foi ruído que te estragou a tela. Mata-me devagar, que mais depressa te esqueces de mim, já que de esquecimentos te alimentaste tu sempre que tentei entrar mais dentro. Mata-me de noite, que a manhã deixa marcas a mais e longe de mim querer marcar-te o egoísmo. Mata-me de olhos fechados, que no meu olhar vive tudo o que não queres ver."


Mata-me hoje, que amanhã é tarde demais.

In:O rapaz que pensava que o mundo era redondo

sinto-me: confusa
tags: , ,
publicado por averdadeiraeu às 18:51
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Quinta-feira, 3 de Janeiro de 2008

Aqui estão algumas das perguntas que ficaram muitas vezes por fazer devido à minha falta de coragem

 

- Amas-me?

 

- O que realmente gostas em mim?

 

- Preocupas-te comigo?

 

-Perdeste o interesse em mim pela minha forma fisica?

 

- Continuas a querer a minha companhia?

 

- A minha presença incomoda-te?

 

São perguntas para as quais nunca vou ter resposta....

sinto-me: sozinha
tags: ,
publicado por averdadeiraeu às 20:04
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Às vezes as palavras perdem o sentido,

Perdem a razão, a necessidade.

Nesses momentos nossos olhos, nosso corpo,

Dizem muito mais do que

Poderiam nossos lábios dizer,

E é assim que nossas almas se entendem.

Quando teus braços envolvem meu corpo

E teu calor contagia meu peito,

É que compreendo todo o amor que sentimos.

Quando as lágrimas correm por meu rosto,

De saudades de ti,

É que entendo todo esse cuidado,

Esse carinho que sinto por ti.

Eu gostaria de hoje poder guardá-lo

Na palma da minha mão,

E proteger-te dessa dor da distância.

Gostaria de ter-te entre meus lábios,

Que agora proclamam esse amor,

E não precisar fazer mais nada,

Além de te amar...

sinto-me:
tags:
publicado por averdadeiraeu às 12:27
link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 26 de Dezembro de 2007

Contigo quero ser feliz

 

Os meus passos representam

O desejo de te encontrar

O meu olhar,

A vontade de te ver.

A minha forma de sorrir,

A ânsia de te possuir.

A maneira de eu estar,

A alegria de te amar.

E porque amar-te eu quis,

Contigo quero ser feliz.

sinto-me: nostalgica
tags:
publicado por averdadeiraeu às 22:24
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Domingo, 2 de Dezembro de 2007

O tempo passa e sinto que cada vez estamos menos tempo juntos... talvez por minha culpa... ando tãocupada com a universidade... que me esqueço um pouco de ti... mas ao mesmo tempo sinto que tu não te importas com isso.. ou provavelmente estás conformado...

 

Este fim de semana, o tempo que nós conseguimos estar juntos, foste passear com os teus amigos.. tens todo o  direito, mas nem um telefonema dás.. tenho que ser eu a dizer-te alguma coisa para que me dês sinal de vida.. o que se passa conosco?

 

Tenho medo que te acostumes a minha ausência, que já não sintas a minha falta.... lá estou eu com a minha insegurança.... mas é o que sinto!!!!!

 

Ontem ouvi uma frase que me fez pensar.... como é possivel alguem gostar de uma pessoa que nem confiança nela propria tem??

 

Sinto a tua falta... será que sentes a minha?????

sinto-me: sozinha
música: Timberland & one republic - Apologize
tags:
publicado por averdadeiraeu às 18:25
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito

Sábado, 10 de Novembro de 2007

Á noite saio p'ra pensar em ti,
Percorro o caminho das estrelas jornada sem fim
Oiço o silêncio que me escuta ao passar
Vejo-te na lua não consigo te alcançar


Espero que a noite te traga a mim, faça com que o mundo me leve a ti

Espero que saibas... do que és capaz
Anda vem comigo,
Não olhes para trás
Peço-te que pares , vem comigo, eu sou teu amigo


Eu contigo sou capaz de ver o infinito,
Sou capaz de ver que tudo pode ser melhor

Dá-me o toque, dá-me um beijo, dá-me o teu amor


Viajo ao som da tua voz, até sem te ouvir falar,
Encontro a nota certa só contigo sei tocar,
Tu és a pauta que eu quero ter para mim,
Princesa tu és tudo aquilo que eu sempre quis.

Espero que a noite te traga a mim, faça com que o mundo me leve a ti

 
Espero que saibas do que és capaz
Anda vem comigo,
Não olhes para trás
Peço-te que pares , vem comigo, eu sou teu amigo


Eu contigo sou capaz de ver o infinito,
Sou capaz de ver que tudo pode ser melhor

Dá-me o toque, dá-me um beijo, dá-me o teu amor

Dá-me o teu amor, o teu sabor,
Vem ao pé de mim, dá-me o teu calor


Não tenhas medo de apostar em mim

Acredita que ás vezes acabamos assim
Não sabes se vale a pena apostar ou não,
Aposta na razão, ouve o teu coração
Anda,
Anda, vem gostar de mim

Anda vem gostar de mim
Anda vem gostar de mim

Peço-te que pares , vem comigo, eu sou teu amigo


Eu contigo sou capaz de ver o infinito,
Sou capaz de ver que tudo pode ser melhor

Dá-me o toque, dá-me um beijo, dá-me o teu amor

Não olhes pra trás

sinto-me: melancólica
música: Não olhes para tras- TT e Nuno Guerreiro
tags: ,
publicado por averdadeiraeu às 10:49
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Setembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
22
23
24
25
26

27
28
29
30


subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro