Onde posso ser eu mesma.

Quarta-feira, 30 de Janeiro de 2008

Desculpar: é guardar as coisas e sempre que haja oportunidade atira-se essas coisas à cara do outro

 

Perdoar: é como apagar as coisas más e apenas guardar as boas

 

Desculpar toda a gente consegue, agra Perdoar..... só Deus teve esse dom!!!

 

 

(há coisas que nunca se esquecem..... )

 

 

sinto-me: decepcionada
tags:
publicado por averdadeiraeu às 19:24
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

 

 

 

 

Tal como me pediste amiga, aqui está a tua imagem especial, o teu hino à amizade!!!

 

Beijinhos Grandes!!!

sinto-me: cansada
tags:
publicado por averdadeiraeu às 18:34
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Terça-feira, 29 de Janeiro de 2008



"Trancar o dedo numa porta dói. Bater com o queixo no chão dói. Torcer o tornozelo dói. Um tapa, um soco, um pontapé, dóem. Dói bater a cabeça na quina da mesa, dói morder a língua, dói cólica, cárie e pedra no rim. Mas o que mais dói é saudade.
Saudade de um irmão que mora longe. Saudade de uma cachoeira da infância. Saudade do gosto de uma fruta que não se encontra mais. Saudade do pai que já morreu. Saudade de um amigo imaginário que nunca existiu. Saudade de uma cidade. Saudade da gente mesmo, quando se tinha mais audácia e menos cabelos brancos. Dóem essas saudades todas.
Mas a saudade mais dolorida é a saudade de quem se ama. Saudade da pele, do cheiro, dos beijos. Saudade da presença, e até da ausência consentida. Você podia ficar na sala e ele no quarto, sem se verem, mas sabiam-se lá. Você podia ir para o aeroporto e ele para o dentista, mas sabiam-se onde. Você podia ficar o dia sem vê-lo, ele o dia sem vê-la, mas sabiam-se amanhã. Mas quando o amor de um acaba, ao outro sobra uma saudade que ninguém sabe como deter.

Saudade é não saber. Não saber mais se ele continua se gripando no inverno. Não saber mais se ela continua clareando o cabelo. Não saber se ele ainda usa a camisa que você deu. Não saber se ela foi na consulta com o dermatologista como prometeu. Não saber se ele tem comido frango de padaria, se ela tem assistido as aulas de inglês, se ele aprendeu a entrar na Internet, se ela aprendeu a estacionar entre dois carros, se ele continua fumando Carlton, se ela continua preferindo Pepsi, se ele continua sorrindo, se ela continua dançando, se ele continua pescando, se ela continua lhe amando.

Saudade é não saber. Não saber o que fazer com os dias que ficaram mais compridos, não saber como encontrar tarefas que lhe cessem o pensamento, não saber como frear as lágrimas diante de uma música, não saber como vencer a dor de um silêncio que nada preenche.

Saudade é não querer saber. Não querer saber se ele está com outra, se ela está feliz, se ele está mais magro, se ela está mais bela. Saudade é nunca mais querer saber de quem se ama, e ainda assim, doer."

Martha Medeiros

sinto-me:
tags: , ,
publicado por averdadeiraeu às 18:24
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Segunda-feira, 28 de Janeiro de 2008

Poquê que continuo a amar-te..... PORQUÊ?!

 

 

publicado por averdadeiraeu às 22:27
link do post | comentar | favorito

 

Ora aqui está mais um premio atribuido pela minha http://aminhadortemoteunome.blogs.sapo.pt/

E os nomeados são:

http://ascertezasdasincertezas.blogs.sapo.pt/

http://pintastintasemanias.blogs.sapo.pt/

http://sandritadinis.blogs.sapo.pt/

 

Beijinhos para todos!!!

sinto-me: lembrada
tags:
publicado por averdadeiraeu às 10:37
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Terça-feira, 22 de Janeiro de 2008

"Ao longo das encruzilhadas do teu caminho encontras outras vidas. Conhece-las ou nao, vive-las a fundo ou desperdiçá-las, depende da escolha que fazes num segundo, embora nao o saibas, entre seguir a direito ou fazer um desvio joga-se muitas vezes a tua existencia, a existencia de quem esta perto de ti. :) Tendo isto sempre presente sigo o meu rumo..."

( a tua citação preferida...... sinto saudades*)

sinto-me: calma
tags:
publicado por averdadeiraeu às 18:30
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito

Sábado, 19 de Janeiro de 2008

A  Minha Querida Amiga aminhadortemoteunome passou-me este desafio para que eu respondesse a um breve questionário.

a) 5 bens materiais que tiveste no passado. Já não os tens e sentes saudades ou nostalgia por eles:

1º as minhas panelas de brincar

2º a minha mochila cor-de-rosa

3º a minha fantasia de fada

4º os chocolates que o meu avô me dava

5º o meu primeiro telemóvel

b) 5 bens materiais que possuis actualmente, os de que mais gostas e não vives sem:

1º o meu carro

2º o meu telemóvel

3º a minha mala

4º livros

5º as minhas chaves de casa

c) 5 bens materiais que pensas adquirir nos próximos 5 anos:

1º uma casa

2º um carro novo

3ºmoveis para a casa nova

4º roupa

5ºlivros

d) 5 bens materiais que gostaste de oferecer a 5 pessoas diferentes:

1º Perfume a uma amiga

2ª um mp3 ao meu menino

3º bijuteria a outra amiga

4º livro a mãe

5ºum carro novo ao pai

e) 5 bens materiais que sonhas vir a ter, mas sabes que não vais ter:

1ºum palácio

2ºum iate

3º um avião

4º um gatil para todos os gatinhos abandonados da cidade

5ºum colar de diamantes (não me ocorre mais nada....)

´Mais uma vez lanço este desafio a quem tiver coragem de o responder!!! sintam-se todos tentados e convidados a faze-lo!!!

Beijinhos

sinto-me: desafiada
tags:
publicado por averdadeiraeu às 13:35
link do post | comentar | favorito

 

Obrigada minha linda aminhadortemoteunome, por esta aprovação!

 

Naõa vou nomear ninguém pelo simples facto de que todos os que eu estava a pensar nomear já o foram!!

 

Beijinhos

sinto-me: lembrada
publicado por averdadeiraeu às 13:32
link do post | comentar | favorito

MySpace and Orkut Feliz Aniversário Glitter Graphic - 5

 

 

22 aninhos... tou a ficar velhinha!!!!

sinto-me: Feliz
tags:
publicado por averdadeiraeu às 13:16
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Terça-feira, 15 de Janeiro de 2008

Hoje eu deixei-me pensar novamente em ti.
Abri
aquele armário pesado onde guardo toda imensa saudade que ficou.

Saudades tuas, do que eu era, do nosso amor de ontem.
Revivi tudo que passou como um filme de amor.
Daqueles que tem uma música perfeita, um final triste e a gente chora todas as inúmeras vezes que o revê.
Senti o teu perfume no ar, embora distante, simplesmente inesquecível.
Parecia ouvir a tua voz em sussurros que eram deliciosamente comuns e agora são quase imperceptíveis.
Num relance de luz vislumbrei o teu sorriso, absolutamente fascinante...
Arrepiei-me, tremi...
As pernas tremeram ... o ar ficou rarefeito ...
Os lábios secaram numa sede infinita.
O coração, como uma casa vazia e sem luz está de portas e janelas abertas para tu entrares e iluminá-lo, revive-lo...
Fechei os olhos,
Tentei abri-los...e quando o fiz tudo parecia como antes.
Novamente perdida, natureza morta, música sem som ...
Tu realmente não estás aqui, nem estives-te recentemente,
Desapareces-te e levas-te junto a vida, as cores, a luz.
O silêncio retorna e cala as emoções
Que só reaparecem em flashbacks
Em recordações que se esmorecem...
Mas Hoje, especificamente
Eu amei-te de novo!

( naqueles dias em que tudo parece que mudou.. que nada vai ser como foi)

 

música: Pieces - Sum 41
sinto-me: estranha
tags:
publicado por averdadeiraeu às 21:38
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Janeiro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
16
17
18

20
21
23
24
25
26

27
31


subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro