Onde posso ser eu mesma.

Segunda-feira, 6 de Agosto de 2007

Ultimamente, durante e após as nossas discussões penso se nos amamos pelo o que somos, ou se simplesmente tentamos mudar-nos mutuamente para nos tornarmos em alguém que o outro realmente ame! Também penso por vezes se a nossa relação terá algum futuro, se será isto que tu queres para a tua vida, se estás realmente feliz a meu lado (estarás?)... Eu quero acreditar que sim, que me amas de verdade, e que as coisas más que me dizes são apenas coisas que dizes sem pensar, sem a verdadeira intenção de me magoar, como na verdade acabas por fazer...

Mas amo-te e por isso perdoo-te, esqueço aquelas palavras amargas, guardo somente as bonitas, as carinhosas.. é isso que me faz acreditar que a nossa relação vai continuar a funcionar, que me impede de desistir de tudo, como tantas vezes eu já fui tentada a fazer...

 

Contudo, nos últimos dias fiquei mais feliz porque sabes o que descobri?

 

Descobri que afinal não somos os únicos que somos diferentes, que os outros casais, por muito normais que pareçam, também discutem, também têm as suas diferenças e no entanto são felizes, lutam por isso!!

 

Também eles fazem os mesmos planos que nós, têm os mesmos sonhos, as mesmas preocupações, as mesmas discussões (?), enfim.. felizmente não somos tão diferentes dos outros como eu tinha medo que fosse!

 

É por isso que quero continuar contigo... para sempre!!

sinto-me: calma
música: Cúmplices-Mafalda Veiga e João Pedro Pais
publicado por averdadeiraeu às 17:40
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Agosto 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
15
16
17
18

19
20
21
22
23
25

28
29
30


subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro